Maracatu e Cavalo Marinho são patrimônio imaterial


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 04/12/2014 às 8:20
Leitura:


Foto: Marcelo Lyra / Concurso de Fotografia Pernambuco Nação Cultural

O título de patrimônio cultural imaterial do Brasil foi concedido aos maracatus Nação, Baque Solto e ao Cavalo Marinho, em votação unânime, pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cutural do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O resultado foi recebido com festa em todo o Estado, em especial na cidade de Nazaré da Mata, considerada a capital estadual do Maracatu.

Nazaré da Mata se destaca especialmente pela grande variedade de grupos que abriga, a exemplo do único Maracatu formado apenas por mulheres, o Coração Nazareno, e o mais antigo em atividade no Brasil, o centenário Cambinda Brasileira.

Escute a reportagem de Ramos Silva, da Redação do Jornal Voz do Planalto:

O Maracatu Baque Solto está associado ao ciclo canavieiro da Zona da Mata, tornando-se uma manifestação característica da região. Já o Nação, também chamado de Maracatu de Baque Virado, tenta reproduzir as antigas cortes africanas.

Escute a reportagem de Elen Carvalho para mais informações sobre a tradição e as particularidades de cada Maracatu, além do Cavalo Marinho, que corresponde a uma brincadeira popular envolvendo performances dramáticas, musicais e coreográficas:


Mais Lidas