CARUARU

Irregularidades na Feira da Sulanca são denunciadas


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 11/12/2014 às 10:24
Leitura:


Foto: Reprodução/Internet

O denunciante do desmatamento ilegal do novo terreno da Feira da Sulanca de Caruaru vai recorrer da decisão do Ministério Público e da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH).

Após a Prefeitura da cidade ter assinado o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), a justiça liberou as obras na área desde a semana passada, para que o projeto do Governo Municipal de Transferência da Sulanca possa ter continuidade.

O empresário Rivaldo Soares, que é a favor da permanência da Feira no Parque 18 de maio, no centro de Caruaru, protocolou, nesta quarta-feira (10), a revisão do embargo do terreno junto à Procuradoria da Justiça do município.

Em uma vistoria realizada nesta terça-feira (09), foi constatado, pela CPRH, que de fato houve desmatamento ilegal em cerca de 50 hectares da área, que receberá a nova Feira da Sulanca.

O repórter da Rádio Jornal Caruaru, Fillipe Rodollfo, traz mais informações:


Mais Lidas