AGRESTE

Câmara de Caruaru novamente empossa suplentes

Com isso, a Câmara passa a pagar os salários de 33 vereadores, dez além do número normal

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 15/01/2015 às 9:52

Engana-se quem pensa que a Operação Ponto Final está perto de ser concluída. A situação envolvendo dez vereadores de Caruaru tem um novo capítulo iniciado nesta quinta-feira (15). A Câmara Municipal da cidade já foi notificada sobre a decisão do Tribunal de Justiça de Pernambuco, em afastar os dez vereadores indiciados pela Operação iniciada há um ano e um mês.

Também já foram notificados a 4ª Vara Criminal de Caruaur e os próprios parlamentares. O presidente da casa, Leonardo Chaves, deve empossar cinco suplentes, hoje, uma vez que do total de dez vereadores com afastamento determinado, metade já está afastada e substituída por suplentes desde agosto de 2014, por conta das investigações da Operação Ponto Final II.

Com a convocação dos suplentes, a Câmara de Caruaru passará a pagar os salários de 33 vereadores, dez além do número normal. Isso acontece, porque a notificação do Tribunal de Justiça determina a suspensão do exercício da função, não a perda do cargo e o consequente salário de R$ 9.000. Os legisladores afastados ainda podem recorrer junto ao TJ-PE e, caso sejam bem sucedidos, seu suplente deixará o cargo.

Após o esgotamento dos recursos no tribunal, ainda caberão recursos ao Supremo Tribunal de Justiça e, posteriormente, ao Supremo Tribunal Federal. Escute a reportagem de Fillipe Rodollfo, da Rádio Jornal Caruaru: