OPERAÇÃO PONTO FINAL

Defesa de vereadores de Caruaru contesta decisão do TJPE

Os advogados entraram com um recurso para pedir o não-afastamento dos parlamentares das funções legislativas

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 19/01/2015 às 10:55

Os advogados de defesa dos dez vereadores de Caruaru, envolvidos no escândalo de corrupção investigado pela Operação Ponto Final, já entraram com um recurso no Tribunal de Justiça de Pernambuco, para pedir o não-afastamento dos parlamentares das funções legislativas. O pedido será analisado pela justiça.

Com o afastamento dos dez vereadores, a expectativa agora gira em torno da posse dos suplentes, que poderá ocorrer ainda nesta segunda-feira (19) e, por conta disso, a mesa diretora passará por uma alteração.

No lugar do primeiro secretário, o vereador Sivaldo Oliveira, que será afastado, assume o segundo secretário, Ranilson Enfermeiro, o que já ocorre em qualquer ausência.

No caso dos parlamentares Cecílio Pedro e Eduardo Cantarelli, que também serão afastados das funções, não existe a necessidade de uma substituição, pois assumem o segundo vice-presidente e o terceiro secretário da mesa diretora da Câmara de Caruaru.

Escute a reportagem de Fillipe Rodollfo, da Rádio Jornal Caruaru: