ESTUPROS NO CARNAVAL

Comunidade católica quer identificação de estuprador em retiro


Na tarde da segunda-feira (16), uma reunião foi realizada para cobrar providências das autoridades.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 17/03/2015 às 9:25
Leitura:
Foto: Divulgação


Decorridos um mês da invasão de um retiro espiritual de Carnaval na zona rural de Bezerros, agreste pernambucano, que resultou no estupro de cinco vítimas, a comunidade católica ainda espera respostas. Os criminosos ainda não foram identificados. Na tarde da segunda-feira (16), uma reunião foi realizada para cobrar providências das autoridades.

O responsável pelo retiro espiritual, padre Biachi Xavier, cobra mais agilidade: "para os membros da comunidade, as respostas que têm sido dadas não são satisfatórias, isso é o que nos incomoda". Sobre as vítimas, ele afirma que estão sendo acompanhadas por psicólogos "mas ainda resta o trauma e a vergonha".


Mais Lidas