PRECIPITAÇÕES

Chuvas trazem alegria, mas também assustam sertanejos


No Sertão do Pajeú, barragem de Manoel Moço elevou sua capacidade em 25%. Já em Araripina, trovões e raios assustaram a população.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 25/03/2015 às 11:53
Leitura:

Algumas cidades do Sertão do Pajeú pernambucano comemoram as chuvas que caem há quatro noites seguidas na região. No município de Solidão, mais de 100 milímetros foram registrados apenas no mês de março e a água tirou a cidade do colapso no abastecimento: a barragem de Manoel Moço elevou sua capacidade em 25%.

Já em Araripina, no Sertão do Araripe, voltou a chover forte nessa terça-feira (24) e durante a madrugada desta quarta (25). Dessa vez, as precipitações vieram acompanhadas de raios e trovões e assustaram a população. Segundo a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), a explicação para as chuvas é uma zona de convergência intertropical que está atingindo o Estado.



Mais Lidas