FINANÇAS

Prefeituras do interior extrapolam gastos e tribunal rejeita contas


Muitos gastos com o pessoal e falta de investimento na educação foram as justificativas apresentadas.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 21/04/2015 às 11:21
Leitura:

As contas do município de Paranatama, no Agreste pernambucano, relativas ao ano de 2013, foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE). O Tribunal justificou que a administração da cidade gastou muito com pessoal e não investiu o suficiente na educação. Ainda no Agreste, Paumerina também sobre rejeição. O TCE-PE explicou que, em 2013, a prefeitura não promoveu ações para restabelecer os gastos com o pessoal.


Mais Lidas