PRECARIEDADE

Pacientes morrem enquanto esperam por SAMU no Agreste


Ao pedir socorro em Garanhuns, equipe do SAMU pergunta se familiares podem remover a vítima para o hospital.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 05/05/2015 às 10:00
Leitura:
Foto: Reprodução/Intenet


O SAMU de Garanhuns, cidade do Agreste pernambucano, está sendo alvo de críticas e reclamações pela precariedade e demora no atendimento. A cidade conta apenas com duas viaturas - uma para emergência e outra para resgate. Ao ligar para o SAMU de Garanhuns, uma equipe de Caruaru analisa se o socorro deve ser prestado ou não. Enquanto esperam, muitas pessoas morrem.

Moradores ainda reclamam que, ao ligar pedindo socorro, a equipe do SAMU informa que não há viaturas disponíveis ou pergunta se há familiares da vítima que possam levá-la para o Hospital Regional Dom Moura.


Mais Lidas