AGRESTE

MP denuncia advogados de defesa de parlamentares da "Operação Ponto Final"


Os advogados são acusados de injúria, calúnia e difamação contra o delegado que conduziu as duas operações que cuminaram no afastamento e na prisão de parlamentares.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 22/05/2015 às 9:38
Leitura:

Enquanto a sentença da Operação "Ponto Final 2" não sai, novas acusações envolvendo vereadores de Caruaru são apontadas pelo Ministério Público, dessa vez, elas envolvem também os advogados de defesa dos parlamentares.

Segundo o Ministério Público, os advogados Emerson Leonidas, Francisco Alberto de Lucena, Saulo Amazonas, Marcelo e Marcílio Cumaru, assim como nove dos dez legisladores teriam cometido crime de injúria, calúnia e difamação contra o delegado que conduziu as duas operações que cuminaram no afastamento e na prisão de parlamentares.

O MP tomou como base uma entrevista coletiva concedida depois que os vereadores foram soltos, nela, o advogado Emerson Leonidas afirmava que a polícia tinha armado a situação para prejudicar os vereadores. Alguns parlamentares entrevistados na época deram afirmações semelhantes.

Confira matéria completa na voz de Núbia Silva, para a Rádio Jornal Caruaru:


Mais Lidas