ÁGUA

Chuvas ajudam agricultura mas ainda não são suficientes para encher barragens no Agreste


A barragem de Jucazinho, localizada em Surubim, ainda corre risco de entrar em colapso

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 30/06/2015 às 9:13
Leitura:

Mesmo com chuvas de mais de uma semana no Agreste do Estado, as precipitações são de pequena intensidade para os especialistas. Mesmo cmo grande significado para lavouras importantes como as de milho e feijão, as precipitações não representam muito para alimentar as barragens, como a de Jucazinho, localizada no município de Surubim.

Há um mês, quando não chovia no Agreste, a barragem de Jucazinho, maior do interior, encontrava-se com 8% de sua capacidade total, de 327 milhões de m³. Atualmente, ela está à beira de um colapso total, com pouco mais de 4%. A situação só não é pior porque a Barragem do Prata, que abastece parte de Caruaru, conseguiu acumular água por estar localizada em área de brejo, com 57% da capacidade.

De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC), choveu 6,5mm no segundo distrito de Caruaru nas últimas 24 horas, no primeiro distrito foram 4mm e nos outros distritos não passou de 2mm.

Confira matéria completa na voz de Jaciara Fernandes, para a Rádio Jornal Caruaru:


Mais Lidas