AGRESTE

Protesto dos policiais civis deixa moradores de Garanhuns assustados


O corpo de um homem que foi assassinado levou quase 12 horas para ser retirado do local.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 06/07/2015 às 10:08
Leitura:

O fim de semana foi complicado para os moradores de Garanhuns, no Agreste do Estado. Os policiais civis entregaram seus plantões e só operaram em horário comercial. No último sábado, um ajudante de pedreiro identificado como Anderson Aluísio foi esfaqueado e agonizou durante dez minutos até morrer. O crime aconteceu às 8h40 da manhã e a Polícia Civil só recolheu o corpo após as 17h.

Confira a matéria completa na voz de Eduardo Peixoto, para a Rádio Jornal Garanhuns:


Mais Lidas