AGRESTE

Sindicato dos Policiais Civis pede interdição de delegacia em Caruaru


Segundo o Sindicato, o Estado não cumpriu o acordo de limpar a delegacia e ver instalações elétricas no local

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 14/07/2015 às 9:40
Leitura:

Representantes do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Simpol) estiveram em Caruaru, no Agreste, nessa segunda-feira (13) para entregar uma nova representação por quebra de acordo do Estado com a categoria. Agora, a categoria pede a interdição da 3ª delegacia de polícia civil, que de acordo com os policiais não tem condições de funcionar.

O Presidente do Simpol, Áureo Cisneiros, falou sobre o acordo feito com o Estado, que teve um prazo de 15 dias para limpar a delegacia e rever as instalações elétricas do local: "Nada disso foi feito, quebrou o Termo de Ajuste e Conduta (...) Vamos pedir para que o Ministério Público entre com uma ação de interdição", disse.

Ainda de acordo com o sindicato, os policiais fazem cotas para comprar água de beber, materiais de limpeza e até mesmo papel higiênico para a Delegacia. Confira matéria completa na voz de Giovani Gomes, para a Rádio Jornal Caruaru:


Mais Lidas