AGRESTE

Prefeito de Caruaru veta emenda que tira ensino sobre gênero do Plano Municipal de Educação


O veto tinha sido proposto pela bancada evangélica da câmara dos deputados e aceito por 20 dos 22 membros da votação

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 16/07/2015 às 11:18
Leitura:
Foto: Reprodução / Internet

O prefeito de Caruaru, José Queiroz, vetou a emenda que retirava a questão de gênero do Plano Municipal de Educação do município. O veto foi proposto pela bancada evangélica da câmara dos vereadores da cidade no mês de junho, e, no dia da votação, foi aprovado por 20 dos 22 presentes no local.

A decisão de Queiroz foi muito comemorada por membros da sociedade e do próprio governo, através de órgãos como a Secretaria de Participação Social e a Secretaria da Mulher. Em entrevista a um blog do Agreste, a secretária da Mulher e de Direitos Humanos de Caruaru, Katherine Lages, comemorou a decisão: "Tem tido um esforço do prefeito José Queiroz em deixar essa marca em Caruaru, que desde 2009 a gente vem desenvolvendo (...) independente de raça, etnia, orientação e identidade sexual de gênero, direitos e políticas públicas que contemplem uma Caruaru tolerante e respeitosa", disse.

VIOLÊNCIA CONTRA HOMOSSEXUAIS E CONTRA MULHERES - Caruaru foi palco de uma das tantas agressões contra homossexuais ao redor do país no dia da abertura do São João da cidade, quando o procurador de Salgadinho, Jaílson Claudino da Silva, foi agredido por um grupo de rapazes por ser homossexual. Os casos de violência contra a mulher também são constantes no município, que só neste ano registrou 9 feminicídios, o último, de uma jovem de 16 anos que foi degolada na zona rural do município.


Mais Lidas