AGRESTE

Município de Buenos Aires, na Mata Norte, sofre com a falta do Samu


Os moradores precisam levar os feridos em carros particulares para atendimentos de urgência

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 21/07/2015 às 9:25
Leitura:

Uma ambulância do Samu abandonada há dois anos no Loteamento Nossa Senhora de Fátima, na cidade de Buenos Aires, Zona da Mata do Recife, reflete o descaso do Estado com a população do município.

Vereadores da cidade levaram a denúncia ao Ministério Público Federal e à Procuradoria Geral da União, que estão investigando o caso. A Secretária Municipal de Saúde, Tereza Teobaldo, justificou a suspensão dos serviços com a falta de repasses do Ministério da Saúde. Mas documentos comprovam que o pagamento vem sido realizado desde novembro de 2014, com um valor mensal de R$ 13.125,00 do Fundo Nacional de Saúde.

Na época da entrega da ambulância, uma base do Samu no município foi inaugurada e chegou a funcionar por alguns meses. Sem o Samu, os moradores de Buenos Aires transportam seus feridos em carros particulares. Confira a matéria completa na voz de Ramos Silva, da redação do Jornal A Voz do Planalto:


Mais Lidas