COMÉRCIO

Por causa de um voto a menos, destino da feira da Sulanca de Caruaru não foi decidido


No total de 23 vereadores, foram 15 votos favoráveis, sete contrários e uma abstenção

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 29/07/2015 às 10:06
Leitura:
Foto: Flickr/Reprodução

Ainda não foi desta vez que o destino da feira da Sulanca de Caruaru, no Agreste do Estado, foi decidido. Em sessão extraordinária e tumultuada na noite dessa terça-feira (28), o processo de transferência da feira, de autoria do Executivo, foi rejeitado pela Câmara Municipal em primeira votação.

O projeto não conseguiu a aprovação mínima de dois terços dos votos. No total de 23 vereadores, foram 15 votos favoráveis, sete contrários e uma abstenção. Ou seja, para a aprovação, precisaria de 16 votos. Com esse resultado, o projeto volta para segunda discussão e votação, em sessão já marcada para as 20h desta quinta-feira (30).

Apesar da presença de um grande nÚmero de sulanqueiros no Plenário da Câmara e, também, fora da Casa gritando palavras de ordem pela não transferência da feira, o presidente Leonardo Chaves disse que não houve pressão popular:

Caso o projeto de transferência da feira da Sulanca volte a ser reprovado, ele só vai poder voltar a ser discutido no próximo ano.


Mais Lidas