VIOLÊNCIA

Mototaxista é assassinado, em Serra Talhada, e falta de delegado plantonista atrapalha as investigações


A vítima, identificada como Luiz Carlos Gomes de Oliveira, de 22 anos, foi alvejada por homens numa moto

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 30/07/2015 às 11:27
Leitura:

O clima de insegurança começa a voltar as ruas de Serra Talhada, no Sertão do Estado. Na noite dessa quarta-feira (29), foi morto a tiros um mototaxista no bairro da Cagep. A vítima, identificada como Luiz Carlos Comes de Oliveira, de 22 anos, foi alvejada por homens numa moto. Segundo populares, a vítima tem envolvimento com tráfico de drogas.

Logo após os disparos, um clima de medo tomou conta dos moradores. Muitos estão assustados e evitaram dar detalhes do segundo assassinado registrado em Serra Talhada só essa semana.

A ausência de um delegado plantonista na Delegacia de Serra Talhada prejudicou a apuração da morte do mototaxista. Agentes informaram que não poderiam sair da delegacia sem a presença de um chefe de polícia, que é uma orientação padrão que está sendo tomada em todas as delegacias do estado. Resultado: os investigadores foram acionados para apurar o crime, mas tiveram que solicitar a vinda de um delegado de um município mais próximo para dar procedimento às diligencias de praxe.

Confira, na íntegra, a reportagem completa de Francis Maya:


Mais Lidas