Caruaru

Ministério Público pede interdição da 3ª delegacia de Polícia Civil em Caruaru


Caso se concretize, será mais uma delegacia a fechar as portas no estado

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 12/08/2015 às 9:19
Leitura:
Foto: Reprodução / TV Jornal


A 3ª delegacia da Policia Civil em Caruaru, Agreste do estado, deverá ser interditada nos proximos dias. A recomendação é do Ministério Público através da 6ª promotoria que analisou o levantamento protocolado no órgão pelo Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Simpol), mostrando as péssimas condições de trabalho no prédio onde funciona a delegacia.

Caso se concretize, será mais uma delegacia a fechar as portas no estado. Atualmente, quase 70 municípios pernambucanos estão sem delegado, segundo informação do Simpol. O promotor Daniel de Ataíde justifica a recomendação: "Pedimos a interdição até por medida de segurança para todos. Mas como é uma medida emergencial, pedimos também para haver solução de continuidade de serviço, que ela fosse transferida para o setor onde já era para funcionar a delegacia que é, justamente, na área integrada no 4º BPM."

Na manhã desta quarta-feira (12), a direção do Simpol estará em Caruaru. Áureo Cisneiro, presidente do Simpol, culpa o aumento da violência pela falta de atenção à segurança pública. Ele relaciona isso ao resultado da falta de uma política pública. "Isso faz com que os inquéritos fiquem parados nas delegacias. Não há as investigações, não há pedidos de prisão dos bandidos e aí tem aumentado os roubos a banco, não tem investigação para pegar os bandidos de banco. Explodiram os roubos a banco do estado, a questão da pistolagem também, não há polícia investigativa com eficiência, não pega os pistoleiros e eles estão aí praticando homicídios ao seu bel prazer", disse.

Confira o flash de Jaciara Fernandes:


Mais Lidas