Agreste

Polícia prende quadrilha acusada de praticar assaltos a sulanqueiros no Agreste


Algumas vítimas dos acusados já reconheceram as mercadorias, a polícia continua em diligências já que existem informações que mais duas pessoas pertencem a mesma quadrilha

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 13/08/2015 às 9:04
Leitura:
A onda de assaltos contra os sulanqueiros nos últimos meses, deve diminuir. Foto: Edmar Melo/JC Imagem

A onda de assalto que vem sendo registrada contra os sulanqueiros nos últimos meses, no Agreste do Estado, deve diminuir. Policiais militares do 24º batalhão de Santa Cruz do Capibaribe, com o apoio do efetivo da 2ª compania de Toritama, conseguiram prender na noite da quarta-feira, dois homens e uma mulher que estavam com mais de mil peças de roupa provenientes dos assaltos.

Givaldo Bezerra da Silva, de 33 anos, e José Amaro da Silva, de 25, foram apreendidos com uma espingarda 12, um revólver, aparelhos celulares e 2 veículos, um Ford Ka com placa de Recife e um Celta com placa de Caruaru. A mercadoria estava em poder de Adeilda Maria Nogueira, de 39 anos, que seria responsável por mudar as etiquetas das peças para vender nas feiras da Sulanca de Caruaru, Toritama e Santa Cruz do Capibaribe. Givaldo Bezerra, único acusado que quis falar com a reportágem, defendeu-se dizendo desconhecer as armas. "Graças a Deus eu nunca peguei em nenhuma arma. Eu trabalho faz um ano e nove meses na firma, pode ir lá no meu patrão e perguntar. Eu quero que apareça alguem aqui e diga que eu roubei, pode vir, pode trazer", disse.


Algumas vítimas dos acusados já reconheceram as mercadorias, a polícia continua em diligências já que existem informações que mais duas pessoas pertencem a mesma quadrilha. O capitão da PM, Neto, revela dias e locais onde a quadrilha atuava. "os assaltos nas rodovias, tanto a PE-90 quanto a BR-104, ocorriam geralmente do domingo pra segunda, que é o dia que o pessoal se desloca para fazer a feira, e nos demais dias, os assaltos são feitos em Toritama e nas cidades vizinhas como Vertentes e Taquaritinga", explicou.


Os presos foram levados para a Delegacia Civil da cidade de Santa Cruz do Capibaribe, onde foram autuados.

Confira o flash de Jaciara Fernandes:


Mais Lidas