Crise

Secretário estadual de saúde diz que problemas financeiros agravam crise no funcionamento de unidades de saude no estado


O secretário de saúde do estado admitiu os problemas e adiantou que ações ja estão em prática

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 20/08/2015 às 10:55
Leitura:
O secretário de saúde de Pernambuco, Iran Costa, prestou esclarecimentos sobre a situação financeira do estado. Foto: JC Imagem


O caos que se instaurou nas redes pública e privada de saúde em Caruaru, no Agreste do estado, foi tema de reunião do Ministério Público, no final da tarde desta quarta-feira (19), com a presença do secretário de saúde de Pernambuco, Iran Costa, que prestou esclarecimentos sobre a situação financeira do estado, ao titular da 4ª Promotoria Pública de Saúde, Paulo Augusto.

De acordo com o promotor, é registrada a falta de insumos para o Hospital Regional do Agreste, e o Hospital Jesus Nazareno, além do atrasos nos repasses de verbas para o Hospital Casa de Saúde Santa Efigênia, que mantem o Centro de Transplantes do Agreste. O secretário Iran Costa admitiu os problemas existentes na pasta, mas adiantou ações que já estão em pratica. "Os problemas existem, claramente a gente ja declarou isso, houve um agravamento na situação econômica do país, e consequentemente atinge também o estado de Pernambuco. Isso afetou o funcionamento de muitas situações. Os problemas já estão sendo paulatinamente e gradativamente sanados", explicou.

Para o promotor Paulo Augusto, esses problemas devem ser solucionados de forma imediata. Ele adiantou que o Ministério Público irá continuar atento aos problemas envolvendo a saúde. "São vários prazos que nós vamos estar atentos e à medida que as dificuldades venham a aparecer, nós vamos, mais uma vez, tomar providências, e, em ultimo caso, vamos judicializar as questões que não puderem ser resolvidas atraves do diálogo", disse.

Confira o flash de Jaciara Fernandes:


Mais Lidas