REVOLTA

Criança de 11 anos morre em Petrolina por falta de oxigênio em ambulância


A criança tinha três tumores malignos espalhados pelo corpo e estava sendo transferida para se tratar no Recife

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 25/08/2015 às 14:49
Leitura:
O sentimento da mãe da criança é de revolta
Foto: Marco Aurélio/Rádio Jornal


Ainda repercute em Petrolina mais uma história revoltante sobre o descaso da saúde pública na região. Ismael, 11 anos, filho da dona de casa, Irislene da Silva, morreu por falta de oxigênio dentro de uma ambulância quando seguia para tratamento médico no Recife.

A criança tinha três tumores malignos espalhados pelo corpo. Na última sexta-feira (21), após piorar o estado de saúde, a mãe levou o filho até o Hospital Dom Malan, em Petrolina. Como a situação era grave, os médicos decidiram fazer uma transferência para o Recife. De acordo com informações da mãe do menino, o oxigênio da ambulância só foi suficiente para chegar na cidade de Santa Maria da Boa Vista:



A criança não resistiu a espera e morreu no fim da tarde do domingo (23). Em nota, a direção do Hospital Dom Malan informou que prestou toda a assistência necessária para o garoto e reconheceu que houve problemas técnicos na ambulância que transportava a criança, mas que o menino morreu em decorrência da gravidade da doença.

A reportagem entrou em contato com o Samu, mas não obteve resposta.


Mais Lidas