PAGAMENTO

Em Caruaru, empresa terceirizada afirma pagar funcionários após o Governo do Estado quitar débitos


O delegado regional do Ministério do Trabalho, Francisco Reginaldo, informou que a empresa foi notificada e pagará multa de R$ 26 mil

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 29/09/2015 às 9:00
Leitura:
Foto: Reprodução/Internet


Representantes dos quase 200 funcionários, que prestaram serviço ao Hospital Regional do Agreste e à Maternidade Jesus Nazareno, em Caruaru, no Agreste, não saíram satisfeitos com o resultado da reunião, que aconteceu nessa segunda-feira (28), na sede do Ministério do Trabalho, com a empresa Líber.

A empresa informou que não tem como efetuar o pagamento dos salários atrasados, já que o Governo do Estado não quitou os débitos. A Líber Soluções é terceirizada do Governo na área de segurança, serviços gerais e desinfecção hospitalar e, desde julho, não faz o pagamento dos funcionários.

O delegado regional do Ministério do Trabalho, Francisco Reginaldo, informou que a empresa foi notificada e pagará multa de R$ 26 mil. Os termos de rescisões desses funcionários foram homologados para que, assim, eles possam dar entrada no FGTS e sacar o seguro desemprego.

Acompanhe outros detalhes na reportagem de Núbia Silva:


Mais Lidas