DENÚNCIA

CPI investiga faculdades na Mata Norte e no Agreste de Pernambuco


Segundo levantamento da Associação Nacional dos Pós-Graduandos, quatro empresas teriam chegado ao Estado sem fiscalização

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 19/10/2015 às 10:25
Leitura:
Carpina. Foto: Reprodução/Internet

Uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), aberta na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), vai investigar faculdades nas cidades de Nazaré da Mata, Carpina, Aliança, Timbaúba, Vicência, Goiana e Macaparana, na Zona da Mata Norte, e em São Vicente Férrer, no Agreste. A suspeita é de que mais de mil alunos estejam sendo lesados pelas instituições, que estariam funcionando sem a autorização e reconhecimento do Ministério da Educação (MEC).

Segundo levantamento da Associação Nacional dos Pós-Graduandos (ANPG), quatro empresas operam ilegalmente na área. As organizações teriam chegado ao Estado sem fiscalização. Entre as irregularidades, há denúncias de faculdades que utilizam o nome de outras instituições e emitem diplomas e certificados com a logomarca sem qualquer vínculo com elas.

Ouça a reportagem de Ramos Silva, da rádio A Voz do Planalto, de Carpina:


Mais Lidas