BELO JARDIM

Contratados temporários serão suspensos em Belo Jardim


O município tem 1135 são professores contratados, mas a partir de junho de 2016 esses contratos serão suspensos

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 30/10/2015 às 10:42
Leitura:

O Ministério Público do Estado ingressou com uma ação civil contra a prefeitura de Belo Jardim no Agreste do Estado. De acordo com o promotor Leôncio Tavares, a prefeitura violou a Lei Municipal de 2003, que trata do tempo dos contratos temporários das funções que são exercidas por não concursados.

Ao todo são 68 escolas em Belo Jardim, 19 na área urbana e 49 na Zona Rural. 1135 são professores contratados, mas a partir de junho de 2016 esse contratos serão suspensos. A prefeitura não realiza concursos para docentes desde 2007. Confira os detalhes no flash de Giovani Gomes, da Rádio Jornal Caruaru:

Só neste ano foram contratadas 240 pessoas para prestação de serviços, como professores da Rede Municipal de Educação. De acordo com a secretária de eduacação, o município enfrenta um momento difícil com corte de 30% no repasse do Fundo de Participação dos Municípios, o FPM, mas diz estar consciente de que a realização de um novo concurso público é uma necessidade.


Mais Lidas