SAÚDE

Sem água nas torneiras há quatro anos, município do Agreste enfrenta epidemia de dengue


De acordo com a Secretaria de Saúde de Pernambuco, 429 casos de dengue foram notificados em Jataúba de janeiro até agora, além de dois casos de chikungunya confirmados

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 09/11/2015 às 11:26
Leitura:
Foto: Fernando da Hora/JC Imagem


A população de 16 mil habitantes de Jataúba, no Agreste do Estado, está assustada com a quantidade de vítimas de virose. O hospital local chega a atender 300 pacientes por dia com sintomas de dengue, chikungunya e zika. Querendo uma maior atuação da Secretaria Estadual de Saúde, um grupo de moradores inicia nesta segunda-feira (9) um abaixo assinado, que será entregue ao Ministério Público. Eles também pedem a Câmara de Vereadores que realize uma audiência pública para debater a epidemia, causada pelo aedes aegypti.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Pernambuco, 429 casos de dengue foram notificados de janeiro até agora, além de dois casos de chikungunya confirmados. A causa dessa infestação do mosquito pode estar ligada diretamente a estiagem, já que há quatro anos a cidade é abastecida por carros pipa, aumentando o número de reservatórios nas residências.

Confira a reportagem de Jaciara Fernandes:


Mais Lidas