POLÊMICA

Fim do prazo para regulamentação de cinquentinhas gera polêmica em Garanhuns


Lojistas afirmam sofrer prejuízo e consumidores reclamam da dificuldade no processo

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 12/11/2015 às 10:31
Leitura:
Fotos: Diego Nigro | JC Imagem

Reportagem de Eduardo Peixoto

O fim do prazo para a regulamentação das motocicletas de potência igual ou menor que 50 cilindradas, as "cinquentinhas", adquiridas antes de julho, gerou polêmica em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. Na cidade, muitas pessoas não conseguiram realizar a regulamentação e, além disso, alguns lojistas afirmam que a documentação que deveria ser disponibilizada para às lojas que venderam as motos também gera prejuízo.

Carla Monteiro, gerente de uma das lojas que vendem os ciclomotores em Garanhuns, afirma que está tendo dificuldades no procedimento de cadastro. “O cadastro não é feito na loja, então temos que enviar a documentação para o Recife e, só assim, encaminhado ao Detran”, disse Carla. Confira abaixo a matéria de Eduardo Peixoto:

Outro problema é que o Detran de Garanhuns não realiza através da Delegacia de Roubos e Furtos a vistoria do veículo. Desta forma, as pessoas precisam pagar R$ 300 e esperar até o dia 20 para receber a declaração, que é obrigatória no processo de regulamentação.


Mais Lidas