ELEIÇÃO

Advogados são impedidos de votar nas eleições da OAB


Segundo decisão da Justiça Federal, os eleitores não estariam aptos a participar votação

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 20/11/2015 às 11:59
Leitura:
Foto: Isabela Dias/ Rádio Jornal

Nas eleições da presidência da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), na noite da última quinta-feira (19), a chapa de oposição, Renova Ordem, foi pega de surpresa por uma decisão da Justiça Federal. Uma grande parcela de militantes do grupo, em Salgueiro, no Sertão de Pernambuco, foram impedidos de votar, após a Justiça Federal conceder, na noite da última quarta (18), um Mandado de Segurança impetrado pela chapa da situação. Ouça abaixo a matéria de Roberto Gonçalves:

A ação invalidou uma lista de eleitores que quitaram as dívidas com a Instituição somente após o fim do prazo determinado. A OAB exige que o eleitor esteja em dia com as anuidades da Instituição, tenha mais de cinco anos de exercício e não tenha outros impedimentos. Segundo o advogado Gilson Alves, os advogados não estavam irregulares e tinham documentos que comprovavam a quitação do voto, mas mesmo assim foram proibidos de votar. O grupo se reuniu na manhã desta sexta (20), para discutir medidas para provocar a anulação da votação.


Mais Lidas