DENÚNCIA

Há cinco meses sem receber auxílio alimentação, reeducandos da cadeia pública de Garanhuns fazem rebelião


Presos estariam passando fome, segundo promotor de justiça. Situação já foi controlada

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 27/11/2015 às 16:08
Leitura:
Foto: Ariston Brito

Uma rebelião aconteceu na cadeia pública de Garanhuns, no Agreste do estado, na tarde desta sexta-feira (27). A situação teve início às 13h e foi controlada por volta das 16h. A informação é de que a confusão teria sido iniciada por conta de atrasos na verba de alimentação dos reeducandos. Até o momento, não há informação de feridos.

O promotor de justiça Dirceu falou sobre a negociação com os presos e apontou que este é um episódio atípico na unidade. “O pessoal realmente está numa situação precária, mas já conversamos com o secretário Pedro Eurico e ele se comprometeu a mandar, a partir da próxima semana, a alimentação que estava atrasada há cinco meses”, denunciou.

Segundo o promotor, os presos estariam, inclusive, passando fome. “A gente tem feito um trabalho de evangelização aqui no presídio, tentando arrecadar cestas básicas, pois os detentos estavam passando fome, realmente” afirmou.

Confira as informações no flash de Ariston Brito:


Mais Lidas