INVESTIGAÇÃO

Bilhete pode ajudar polícia a desvendar morte de um professor que morava sozinho em Timbaúba


José Carlos da Silva Barbosa, de 42 anos, foi encontrado morto com um corte no pescoço. As hipóteses de suicídio e homicídio estão sendo investigadas

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 28/12/2015 às 8:11
Leitura:
Foto: reprodução/Blog Giro Mata Norte


O corpo de José Carlos da Silva Barbosa, 42 anos, foi sepultado neste domingo (27) sob clima de forte comoção. Ele foi visto pela última vez na quinta-feira (24), véspera de natal, e não demonstrava nervosismo ou apreensão.

Preocupados com a falta de notícias, os familiares estiveram na residência dele, que ficava no bairro de Sapucaia, em Timbaúba, Zona da Mata Norte do Estado. O mau cheiro era o sinal de que havia algo de errado além do bilhete na entrada dizendo que ele tinha viajado.

De acordo com a polícia, José Carlos da Silva Barbosa foi encontrado morto com um corte no pescoço. As hipóteses de suicídio e homicídio estão sendo investigadas. Caso se trate de assassinato, como o imóvel não foi arrombado, a suspeita é de que alguém conhecido do professor tenha entrado na casa.

Irmão de José Carlos, Ailton Barbosa diz que vai exigir agilidade nas investigações sobre o caso:


Mais Lidas