SAÚDE

Familiares da índia que morreu no Hospital da Restauração reclamam do atendimento em Pesqueira


Uma das causas apontadas na declaração de óbito é a Síndrome de Guillain-Barré. No documento também aparecem pneumonia hospitalar e arbovirose

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 07/01/2016 às 8:17
Leitura:
Imagem: divulgação

Daniele Marques Santana, de 17 anos, faleceu na manhã desta quarta-feira no Hospital Da Restauração, que fica no bairro do Derby, na área centra do Recife. Na declaração de óbito assinada pelo médico Jânio Euler Carvalho, são creditadas como causas da morte o choque séptico (infecção generalizada), pneumonia hospitalar, Síndrome de Guillain-Barré e suspeita de arbovirose, que são viroses transmitidas por insetos como os mosquitos.


A índia Xukuru Daniele Marques Santana residia com os familiares no Sítio Aldeia Pé de Serra, Zona Rural de Pesqueira. Os familiares contam que a estudante começou a apresentar sintomas de dengue em dezembro, como febre alta.

O primeiro internamento ocorreu no Hospital Doutor Lídio Paraíba que faz parte da rede municipal de saúde de pesqueira. Com a gravidade do caso, uma semana depois, a adolescente foi transferida para o Hospital Regional do Agreste, em Caruaru.

Desde o dia 28 de dezembro, Daniele Marques Santana estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital da Restauração. José Ednaldo, tio da jovem, afirma que a garota chegou a procurar atendimento em Pesqueira mais de uma vez:

A Secretaria Estadual de Saúde deve se pronunciar sobre a morte da índia Xukuru Daniele Marques Santana ainda nesta quinta-feira. O pai da adolescente, José Maria Araújo de Santana, acusa os médicos de pesqueira de errar no diagnóstico:

O corpo de Daniele Marques Santana será sepultado no final da manhã no Cemitério da Aldeia Pão de Açúcar, em Pesqueira. Maria Aparecida, tia da estudante da Tribo Xukuru, relembra que os médicos de Caruaru perceberam a gravidade do caso:

A reportagem não conseguiu localizar os diretores do Hospital Doutor Lídio Paraíba em Pesqueira para falar sobre o assunto.

Síndrome de Guillain-Barré - é uma doença autoimune na qual o corpo ataca a si mesmo. A enfermidade é rara, atinge em média uma pessoa a cada 100 mil habitantes, e surge após infecções por vários tipos de vírus e bactérias. Entre os sintomas estão a fraqueza muscular e a paralisia do corpo, incluindo a face e os músculos da respiração, como o diafragma.

Em Pernambuco, médicos e pesquisadores identificaram o vírus transmitido pelo mosquito Aedes aegypti em sete pacientes com a Síndrome de Guillain-Barré. O infectologista Fernando Menezes explica a relação entre a doença e a dengue, febre chicungunha e zika vírus:


Mais Lidas