NEGLIGÊNCIA

Mulher diz que filho morreu por falta de atendimento médico em Garanhuns


O recém-nascido foi levado ao Hospital Regional Dom Moura, mas não foi atendida por falta de pediatras

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 12/01/2016 às 9:08
Leitura:

A mãe Daniele Portugal Ferreira, de 25 anos, compareceu ao Hospital Regional Dom Moura na manhã desta segunda-feira (11), em Garanhuns, no Agreste do estado, levando o filho recém-nascido que havia acordado chorando, mas, segundo ela, a criança veio a óbito devido à falta de atendimento médico. Um inquérito foi instaurado para apurar responsabilidades.

Chegando à recepção do hospital, Daniele foi informada de que não havia médico pediatra. Segundo ela, foi orientada a procurar outra unidade de saúde, já que outro profissional não era especialista na área e não poderia atender a criança. Digirindo-se a um posto de saúde, profissionais tentaram reanimar a criança, mas o bebê morreu antes mesmo de chegar ao local.

O Samu e o Corpo de Bombeiros foram acionados mas, como a criança já estava morta, de nada adiantou. O corpo do bebê foi enviado ao Serviço e Verificação de Óbito, em Caruaru.

Além do inquérito, também será aberto um Procedimento Administrativo Interno será aberto no Hospital Regional Dom Moura para investigar o caso.


Mais Lidas