AGRESTE

Falta de medicamentos na rede pública preocupa moradores de Garanhuns


O Governo do Estado emitiu nota informando que vai regularizar a falta de insulina e seringas, mas não sabe sobre outros medicamentos

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 26/01/2016 às 9:27
Leitura:

Desde 2014, pacientes diabéticos de Garanhuns, no Agreste do estado, reclamam da falta de insulina e seringas, necessários para o tratamento de algumas formas da doença. O Governo do estado emitiu duas notas oficiais informando que o problema seria resolvido mas até agora, segundo os pacientes, nada foi feito.

De acordo com os pacientes, outros medicamentos também estão em falta na cidade. Sobre estes, o Governo afirmou que nenhuma empresa entrou com processo licitatório, portanto não há prazo para regularização. Nesta segunda-feira (25), o Governo de Pernambuco emitiu uma nova nota, informando que o problema da falta de insulina e seringas seria resolvido nos próximos dias.

Os pacientes reclamam que alguns medicamentos chegam a custar R$ 800 e que não podem ficar sem utilizá-los. Duas pessoas procuraram a Rádio Jornal Garanhuns, informando que, em Recife, os remédios são entregues pela farmácia do Governo do estado e que os mesmos estão em falta em Garanhuns.


Mais Lidas