MICROCEFALIA

Sobe para 105 os casos de microcefalia no Sertão


Em Petrolina, foram registrados oito casos. Além destes, foram registrados dois casos de microcefalia intraútero

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 27/01/2016 às 9:44
Leitura:
Foto: Reprodução/Internet

No último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde do estado, sobre os casos de microcefalia associados ao zika vírus, consta que, do dia 1º de agosto de 2015 até o dia 23 de janeiro de 2016, apenas em Pernambuco, foram registrados 1.373 casos suspeitos da malformação. Em relação ao boletim anterior, foram 67 novos casos.

Do total, 138 casos foram confirmados e 110 descartados no estado. Em Petrolina, no Sertão do estado, o número de casos suspeitos passou de sete para oito. A diretora de Vigilância Sanitária do município, Silvana Mudo, explica que, além destes, foi registrado um óbito fetal, que pode ter relação com o zika vírus.

“A criança, além de outras malformações, também apresentava microcefalia. Também foram registrados dois casos de microcefalia intraútero, em que, mesmo dentro da barriga da mãe, já foi detectado algum tipo de anormalidade no diâmetro cefálico do feto”, esclareceu Silvana Mudo.

A cidade de Cabrobó, também no Sertão, continua com um caso de microcefalia, enquanto Santa Maria da Boa Vista registrou mais um caso, tendo agora quatro casos. O município de Salgueiro mantém o número de sete casos suspeitos e Araripina dez. Bodocó permanece com sete casos e em Exu, o número subiu de 11 para 12.

No geral, o número de casos suspeitos de microcefalia na região subiu de 100 para 105, em comparação ao boletim anterior.


Mais Lidas