SERTÃO

Chuvas elevam o volume dos reservatórios do Nordeste


O nível de Sobradinho, mais importante barragem do Nordeste, subiu de 2% para 6,2%

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 28/01/2016 às 8:22
Leitura:

A maior barragem do Nordeste, de Sobradinho, na Bahia, enfrenta uma das piores secas da história, o que afeta a geração de energia e o abastecimento de água. Para animar um pouco os sertanejos, as chuvas de janeiro no Rio São Francisco aumentaram um pouco o volume útil do reservatório.

Inaugurada em 1979, a represa tem capacidade para armazenar cerca de 34 bilhões de metros cúbicos de água. No início do ano, o acumulado do reservatório de sobradinho não ultrapassava a marca dos 2%. Com as recentes chuvas, o percentual subiu para 6,2%, com vazão de 800 cubicos por segundo. A boa fase é encontrada em outras barragens no Rio São Francisco, como a de Boa Esperança, Pedra e Luiz Gonzaga.

O problema é que, para fevereiro e março, a previsão é de chuvas abaixo da faixa normal para grande parte da região Nordeste. Rui Barbosa, superintendente de Operações da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) afirma que o reservatório de sobradinho precisa de mais água. “As vazões melhoraram bastante, mas nós precisaríamos acabar o período ruim para superar um novo período seco. O reservatório é muito grande e o mais importante para a região Nordeste”, afirmou.


Mais Lidas