MATA NORTE

Secretaria de Saúde investiga morte de bebê com microcefalia em Goiana


O bebê tinha o perímetro cefálico menor que 32 centímetros, o que caracteriza os critérios adotados para a identificação da má-formação

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 19/02/2016 às 9:47
Leitura:
Foto: Reprodução/Internet

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) investiga a morte de um bebê com microcefalia no município de Goiana, na Mata Norte pernambucana. Este, que é o primeiro caso registrado na região, foi notificado no último boletim, divulgado nesta semana. Apesar da morte, a instituição não confirmou se a morte foi de fato causada pela microcefalia.

O bebê tinha o perímetro cefálico menor que 32 centímetros, o que corresponde ao protocolo para identificar crianças com a má-formação congênita. No entanto, segundo especialistas, nem sempre a microcefalia por si só leva a óbito. É preciso investigar se há outros motivos para o caso, já que a gestação de um bebê portador de microcefalia não recebe classificação de risco.

Na região da Mata Norte, as unidades de saúde têm feito o acompanhamento das gestantes seguindo as exigências da SES, da avaliação do pré-natal até o nascimento. Pernambuco tem confirmados 184 casos de bebês com microcefalia.


Mais Lidas