ATRASO NO PAGAMENTO

Cidades do Sertão sem água após paralisação de pipeiros


Trabalhadores estão há quatro meses sem receber da Compesa

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 07/03/2016 às 9:17
Leitura:
Cidade de Itapetim segue sem água desde 2013. Foto: Reprodução/Internet


As cidades de Itapetim e Brejinho, no Sertão do Estado, já passavam por uma crise de abastecimento. Itapetim está sem água de 2013, enquanto Brejinho sofre com a seca desde janeiro de 2015, há mais de um ano. A situação piorou quando os pipeiros que abastecem as caixas d'água das duas cidades declararam paralisação.

Os pipeiros já haviam ameaçado paralisar as atividades no dia 20 de janeiro, quando o pagamento dos trabalhadores estava três meses atrasado. A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) pagou apenas o valor referente a um mês de trabalho.

Depois de quatro meses sem receber, os trabalhadores cruzaram os braços por tempo indeterminado. Agora, os moradores vão precisar comprar água de carros-pipa. Confira a reportagem de Anchieta Santos:


Mais Lidas