DESCASO

Vereador de Petrolina critica gestão da Ebserh no Hospital Universitário de Petrolina


Pérsio Antunes (PMDB) deve entrar com requerimento solicitando que a administração do hospital seja devolvida ao município

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 15/03/2016 às 11:26
Leitura:

No último domingo (13), pacientes que buscaram atendimento no Hospital Universitário de Petrolina, no Sertão do Estado, encontraram as portas da unidade de saúde fechadas. Não havia cirurgião ou insumos básicos, como anestesia, no prédio. Um jovem de 17 anos acabou morrendo em decorrência de dois tiros no rosto, após não conseguir atendimento na unidade hospitalar, além de uma socorrista do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ter sido agredida por um segurança.

Segundo o vereador Pérsio Antunes (PMDB), o descaso com o hospital começou após a administração da unidade ter sido terceirizada para a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), há mais de dois anos. O vereador destaca que os recursos, da ordem de R$ 4,5 milhões, não estão sendo geridos adequadamente, já que a falta de medicamentos, insumos e funcionários é sempre presente. Pérsio Antunes vai entrar com um requerimento solicitando que a administração do hospital seja devolvida ao município. Confira a reportagem completa de Marco Aurélio:


Mais Lidas