VIOLÊNCIA

Com agências bancárias destruídas, moradores do Agreste se deslocam para outros municípios

Onda de assaltos e explosões em agências do interior causam insegurança e transtornos à população

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 18/04/2016 às 9:36
Leitura:
Assalto a agência em Cupira no começo do mês deixou local aos pedaços. Foto: Valderlins Santos


Os moradores de alguns municípios do Agreste de Pernambuco, como Cupira, Vertentes e Riacho das Almas, estão vivendo tempos de medo, insegurança e transtornos. A recente onda de crimes contra agências bancárias do interior está resultando na necessidade de deslocamento dos moradores para outros municípios, com a finalidade de resolver pendências bancárias.

A última ocorrência foi registrada no último sábado (16), em Bezerros, quando um Banco Santander no Centro da cidade foi invadido e um caixa eletrônico destruído com um maçarico. Mesmo com a investida, os bandidos não conseguiram levar nada. Por causa desse tipo de crime, muitas agências do Agreste estão desativadas e quem sofre é a população. Saiba mais no flash de Núbia Silva:

Mais Lidas