CARGOS COMISSIONADOS

Câmara de Vereadores de Caruaru ainda não reduziu cargos comissionados

Presidente pede mais tempo para cumprir recomendação do Ministério Público de Pernambuco

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 25/04/2016 às 9:11
Leitura:
Presidente Leonardo Chaves explicou as dificuldades da Câmara. Foto: Reprodução/Internet


A presidência da Câmara Municipal de Caruaru, no Agreste do Estado, enviou ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE) resposta sobre a recomendação para o Poder Legislativo reduzir o número de cargos comissionados. O principal objetivo é convocar os aprovados no último concurso público realizado pelo órgão. Segundo o presidente, vereador Leonardo Chaves (PSD), restam 63 cargos comissionados, de uma redução prévia de 221 já concluída.

O presidente pediu mais um prazo para tentar resolver o problema, uma vez que o procedimento não seria tão simples. Inicialmente, a recomendação do MPPE teria que ser aprovada pela mesa e, depois, votada em plenário. Leonardo relaciona o problema à dificuldade de manter as contas da casa em dia.

Leonardo conta que a Câmara enfrenta uma crise, principalmente por precisar pagar R$ 45 mil mensalmente, divididos entre cinco vereadores que estão afastados do cargo por envolvimento na Operação Ponto Final II, deflagrada pela Polícia Civil em dezembro de 2013. O presidente diz que, se dependesse dele, os concursados seriam chamados imediatamente. Ouça a fala completa e mais detalhes na reportagem de Giovani Gomes:



O MPPE deve informar ainda nesta semana se vai acatar ou não o posicionamento da Câmara.

Mais Lidas