INTERIOR

Reunião com prefeitura de Caruaru e PM discutirá situação dos camelôs

Polícia Militar desistiu de tirar os ambulantes do centro de Caruaru

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 05/05/2016 às 16:29
Leitura:
Ambulantes estão preocupados com a determinação
Foto: Reprodução/ TV Jornal

A Polícia Militar voltou atrás na decisão de tirar os ambulantes que comercializam no centro de Caruaru, no Agreste do Estado. A notícia pegou de surpresa os trabalhadores que comercializam frutas e objetos nas Ruas 15 de Novembro, São Sebastião, 7 de Setembro, Expedicionários e Rio Branco.

Os motivos alegados pela polícia foram os constantes assaltos e a dificuldade em localizar os suspeitos, já que muitos aproveitam o horário de pique dos ambulantes, a partir das 16h, e a polícia tem dificuldade de concluir a ação.

Na manhã desta quinta-feira, os ambulantes estavam preocupados sem saber o que fazer. “Ontem, pela tarde, o coronel passou por aqui comunicando que os camelôs não podiam mais colocar aqui porque as carroças seriam apreendidas”, contou Pedro Oliveira, que trabalha no local há mais de 10 anos. “A gente vai tentar ver o que faz porque esses camelôs não podem ficar sem trabalhar, que é de onde ele tira o sustento”, apontou o ambulante.

Confira os detalhes na reportagem de Núbia Silva:

O coronel Roberto Galindo, comandante do 4º BPM, explicou que está prevista uma reunião com representantes da prefeitura e os ambulantes, nesta sexta-feira (6), para chegar em um acordo. Por enquanto, os trabalhadores podem continuar no local.

Mais Lidas