MPPE

MPPE investiga denúncias de irregularidades no Hospital SOS Rim, em Caruaru

Inquérito foi aberto para investigar problemas como falta de estrutura e reutilização de materiais

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 25/05/2016 às 11:31
Leitura:
Foto: Acervo/JC Imagem


O SOS Rim em Caruaru, no Agreste do Estado, está sendo alvo de recomendação do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) foi firmado quanto ao atendimento de pacientes que sofrem com problemas renais. As denúncias são sobre variados assuntos, entre eles materiais sendo reutilizados, destinação de forma indevida dos leitos disponíveis para pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), falta de estrutura no local e espera no atendimento.

As denúncias chegaram ao MPPE através da população e um inquérito civil foi aberto para investigação. O SOS Rim já recebeu uma inspeção da Vigilância Sanitária e o resultado vai sair nos próximos dias. Além da unidade, o Centro de Oncologia de Caruaru (CEOC) também está sendo alvo do acompanhamento do MPPE. O problema do Centro é a falta de remédios para pacientes que lutam contra o câncer. O repasse do SUS não chega na unidade desde 2015, o que causou atraso na compra dos medicamentos.

Saiba mais no flash de Núbia Silva:

Mais Lidas