AGRESTE

Presos cavam buraco em cadeira de Saloá e escondem terra sob roupas


Tentativa de fuga aconteceu dezoito dias após a Polícia Militar descobrir um plano semelhante na Cadeia Pública de Capoeiras, no Agreste

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 21/06/2016 às 17:13
Leitura:

Foto: Agreste Violento

Dezoito dias depois da Polícia Militar descobrir um plano de fuga em massa na Cadeia Pública de Capoeiras, no Agreste do Estado, outro caso semelhante foi confirmado na madrugada desta terça-feira (21). O caso aconteceu, desta vez, na Cadeia Pública do Município de Saloá, também no Agreste.

A informação da polícia é que houve um estrondo. Policiais foram rapidamente para a área externa, e confirmaram que o estrondo veio da cela 2, onde lá tem presos de Parnatama, Lajedo, Canhotinho, Garanhuns, entre outros municípios.

Eduardo Peixoto tem os detalhes:

Segundo a polícia, foi descoberto um buraco com quase 50 cm, quase finalizado que daria direto para o lado de fora. O entulho retirado estaria sendo escondido sob pilhas de roupas e sacolas plásticas.

Materiais apreendidos na unidade

Os policiais acabaram fazendo revistas em outros locais da cadeia. Celular, tesouras, Colheres, ventiladores e um carregador foram encontrados na unidade prisional.

A cela onde foi encontrada a escavação está interditada e passa por reforma. Os dez presos da cela foram distribuídos para outras celas.


Mais Lidas