CORRUPÇÃO

Prefeito de Catende é recebido com festa ao sair do Cotel


Otacílio Cordeiro Alves (PSB) é acusado de desvio de dinheiro público. Ele estava preso desde 2 de junho

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 22/06/2016 às 6:59
Leitura:
Na casa do prefeito de catende foram encontrados R$ 758,4 mil em espécie. Foto: divulgação

O prefeito de Catende, Otacílio Cordeiro Alves (PSB), de 63 anos, agora cumpre prisão domiciliar na cidade, que fica na Zona da Mata. Ele estava preso desde o dia 2 de junho no Centro de Observação Criminológica e Triagem Professor Everardo Luna (COTEL), que fica em Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife. Ao voltar para casa, foi recebido com festa.

Otacílio Cordeiro Alves foi alvo da Operação Tsunami, deflagrada no início do mês e que resultou em outras dez prisões. O prefeito, agora afastado, é acusado de liderar uma organização criminosa que desviou R$ 5 milhões.

Leia também:

Em Pernambuco, prefeito preso governa cidade de dentro da cadeia

Filho do prefeito de Catende preso na Operação Tsunami fala em injustiça

A Polícia Civil apreendeu nos imóveis do socialista uma grande quantia em dinheiro, uma barra de ouro avaliada em R$ 40 mil e armas. O Tribunal de Justiça informa que Otacílio Cordeiro Alves vai usar tornozeleira eletrônica e não pode circular em locais alvo de busca.

Como não pode cumprir o mandato por seis meses, a prefeitura de Catende está nas mãos do vice, o oposicionista Josibias Cavalcanti (PSD). Procurador do município na gestão de Otacílio Cordeiro Alves, Marcelo Antônio Silva, reclama dos excessos da Polícia Civil:


Mais Lidas