CARUARU

Julgamento dos acusados de matar Marcolino Júnior começa nesta segunda

O jornalista e colunista social caruaruense foi encontrado morto em um motel em abril. De acordo com a Polícia, Marcolino Júnior foi dopado e esfaqueado.

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 28/08/2016 às 21:12
Leitura:
Foto: reprodução/Facebook Marcolino Júnior


A primeira audiência de instrução e julgamentos dos acusados de planejar e executar o assassinato do jornalista Marcolino Júnior será realizada nesta segunda-feira (29). O colunista social caruaruense estava desaparecido desde o dia 16 de abril e foi encontrado morto em um motel no dia 18.

A audiência está marcado para às 10h no Fórum Juiz Demóstenes Veras. O responsável pelo caso é o juis Hildemar Macedo de Moraes.

Para esta primeira audiência, a promotoria espera ouvir peritos, assistentes técnicos e testemunhas do crime. Os réus Davi Fernando Ferreira Graciono e Rafael Leite da Silva devem comparecer ao Fórum. Eles são acusados por homicídio qualificado, furto, destruição, subtração e ocultação de cadáver.

RELEMBRE O CASO

O corpo do jornalista e colunista social Marcolino Júnior foi encontrado no dia 18 de abril em um matagal, no Distrito de Insurreição, na zona rural de Sairé. Os suspeitos foram presos dois dias após o crime. Um deles estava com o carro da vítima e o outro seria o mandante do crime.

Leia também: Inquérito conclui que Marcolino Júnior foi morto em motel após ter sido dopado

No dia 2 de maio, o delegado Márcio Cruz afirmou, em entrevista coletiva, que o jornalista teria sido morto após um mata-leão, dado por Rafael Leite da Silva, 32 anos, dentro de um quarto do motel. O suspeito teria esfaqueado a vítima, na região do pescoço. Após cometer o crime, ele embrulhou o corpo do jornalista em uma bolsa plástica e prendeu com uma fita adesiva.

O jornalista foi morto no sábado (16), por volta das 18h. Segundo os peritos, amostras de sangue do jornalista foram encontradas no quarto do motel e no porta-malas do carro, onde o jornalista foi transportado após ser morto.

Mais Lidas