Polícia investiga morte de criança por espancamento em Garanhuns

Responsáveis pela garota afirmam que uma criança de 1 ano e 8 meses agrediu a vítima. O sepultamento será no cemitério São Cristóvão, em Garanhuns

AGRESTE

Rádio Jornal

Foto: SES

Uma menina de dois anos morreu nessa quarta-feira (26), vítima de espancamento, em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. A Polícia Civil está investigando o caso, já que os responsáveis pela garota afirmam que um primo de 1 ano e 9 meses, durante brincadeira, teria batido na cabeça da vítima com um ferro de passar roupa. A criança chegou ao Hospital Dom Moura já sem vida, apresentando lesões.

As investigações estão ocorrendo no sentido de apurar se o caso se trata de um acidente doméstico ou um possível homicídio. A médica plantonista do hospital acionou a polícia após examinar a vítima, que apresentava manchas na testa, pernas, punho e costas. O corpo da criança foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal de Caruaru (IML) e, após exames, foi constatado que a causa da morte foi traumatismo craniano.

De acordo com o delegado Alisson Câmara, responsável pelo caso, uma tia da criança afirmou que, após da brincadeira, a menina passou o dia bem, mas teve convulsões à noite, após cair da cama. O diretor do Hospital Dom Moura, Luís Melo, explicou que a equipe fez todos os procedimentos de animação. Sem sucesso, foi declarada a morte às 22h30. "Por se tratar de uma criança com lesão corporal, acionamos o Conselho Tutelar", disse. A polícia também afirmou que a menina morava com o pai, já que a mãe mora em Caruaru, mas também vivia com os tios.

SEPULTAMENTO

O corpo da criança já voltou a Garanhuns e será enterrado no Cemitério São Miguel, na Boa Vista.

TAGS

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

CONTINUE LENDO