PETROLINA

“Pensei que a transição fosse ser mais tranquila”, diz Miguel Coelho


O prefeito eleito de Petrolina, Miguel Coelho, conversou com o comunicador Ciro Bezerra e falou sobre a expectativa para os próximos quatro anos

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 21/12/2016 às 14:33
Leitura:
Foto: Roberto Soares/ Alepe



O prefeito eleito na cidade de Petrolina, no Sertão do Estado, Miguel Coelho, conversou com o comunicador Ciro Bezerra nesta quinta-feira (21) sobre as expectativas para o mandato, que começa no próximo dia 1 de janeiro.

Miguel explicou que o processo de transição não foi simples como ele imaginava que seria. “A gente esperava que pudesse ter acesso a todas informações financeiras, ao saldo em conta, para que a gente pudesse ir se preparando”, comentou.

O prefeito ainda falou que apenas 40% dos questionamentos feitos foram respondidos. “Isso não vai nos abalar e vamos fazer uma grande gestão”, assegurou. Filho do senador Fernando Bezerra Coelho, Miguel reconheceu a dificuldade financeira que assola o País e disse que Petrolina vai conseguir sair dessa.

O apoio do governo do Estado e do governo Federal foi mencionado por Miguel Coelho. “É um significativo apoio que, através dessas parcerias, vamos conseguir nos superar e fazer a vida dos petrolinenses melhorarem”, pontuou.

Sobre as secretarias, o prefeito afirmou que diminuiu de 14 para 10. “Ainda vamos enxugar mais de oito secretários adjuntos e secretarias executivas. Tudo isso para enxugar a folha”, finalizou.

Ouça a entrevista do prefeito eleito Miguel Coelho na íntegra:


Mais Lidas