AGRESTE

Polícia aguarda o laudo do exame do feto encontrado na lixeira da UPA


Segundo informações da polícia, o laudo vai indicar a causa da morte do feto encontrado na lixeira em uma das salas de atendimento da UPA de Caruaru.

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 16/01/2017 às 9:08
Leitura:
Foto: Google Maps

Após um feto do sexo feminino ter sido encontrado dentro de uma lixeira em uma das salas da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Caruaru, no Agreste do Estado, a polícia aguarda o laudo do exame que vai indicar a causa da morte do feto. Até o momento, ninguém da UPA falou sobre o caso.

Ouça o depoimento do delegado de polícia Eduardo Sunaga, em entrevista à Núbia Silva, da Rádio Jornal Caruaru:

Segundo informações da polícia, a mãe, identificada como Samara Vasconcelos da Silva, de 19 anos, estava com oito meses de gestação e foi levada para a unidade de atendimento com mal-estar. Ela ainda estava no local no momento em que o feto foi encontrado por um funcionário. Em depoimento à polícia, os pais de Samara disseram não saber da gravidez.


Mais Lidas