OPERAÇÃO

Petrolina: polícia retira bombas clandestinas de perímetro irrigado


Mais de 100 bombas clandestinas eram utilizadas para desviar água de um canal de irrigação

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 22/03/2017 às 10:51
Leitura:

Imagem

A Polícia Federal, em operação no perímetro irrigado Senador Nilo Coelho em Petrolina, no Sertão do Estado, identificou cerca de 170 bombas clandestinas que serviam para o furto de água no canal de irrigação. Ninguém foi preso.

De acordo com a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), cerca de 400 famílias, entre elas integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), vivem e cultivam nessa área, que é uma reserva legal da União e deveria estar preservada.

Operação

Os ocupantes estariam usando a água do canal sem pagar nada por ela. Os canos foram destruídos. A operação da Polícia Federal já vinha acontecendo desde dezembro de 2016 e vai continuar com as investigações.

Ouça a reportagem de Marco Aurélio:


Mais Lidas