Violência

Menor que matou a mãe começou a usar maconha aos 9 anos, diz tio


Adolescente confessou que matou a mãe porque ela não deu dinheiro para ele comprar drogas

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 26/10/2017 às 10:20
Leitura:

Imagem

Um dos irmãos da mulher que morreu assassinada pelo próprio filho de 14 anos em Orobó, no Agreste de Pernambuco, disse que o sobrinho tinha histórico de violência e que o primeiro contato do menino com as drogas aconteceu aos 9 anos de idade, quando usou maconha: "Ele era agressivo com ela por causa das drogas. Algumas vezes já foi pra cima dela, tentar agredir. Ele usava maconha, ele já falou que usou crack e bebia também. A primeira vez que ele usou maconha ele tinha 9 anos".

Ainda segundo ele, o menino já havia passado 43 dias preso na Funase. Em depoimento, o menor confessou que matou a mãe por estrangulamento porque ela não quis dar dinheiro para ele comprar drogas. Ele foi recolhido na tarde dessa terça-feira (25) ao centro de Internação Provisória (Cenip), no Recife. O enterro da mulher estava marcado para acontecer às 9h da manhã desta quinta-feira (26).

LEIA TAMBÉM:

>> Filho usa alça de bolsa para enforcar mãe

>> Após matar a própria mãe, adolescente faz despedida para ela no Facebook

Confira os detalhes com Alfredo Neto:

Entenda o caso:

O menor teria matado a mãe na tarde dessa terça-feira (25), depois de um desentendimento entre dois, causado porque a mãe se recusou a dar dinheiro para que ele comprasse drogas. O crime causou ainda mais revolta entre os vizinhos porque, depois de matar a mãe, o garoto ainda usou seus perfis nas redes sociais para fazer uma homenagem a ela.


Mais Lidas