Agreste

Homem tem cabeça arrancada após ser morto a tiros em Gravatá


Cabeça do jovem de 21 anos ainda não foi encontrada. Padrasto da vítima disse que ele participava de rituais de ocultismo

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 13/11/2017 às 8:37
Leitura:

Imagem

Um crime brutal foi registrado nesse sábado (11) em Gravatá, no Agreste de Pernambuco. O vendedor Jônata Luís da Silva Ferreira, de 21 anos, foi morto a tiros e depois foi decapitado.

De acordo com informações da polícia, o jovem vendia DVDs no centro da cidade, tinha envolvimento com o tráfico de drogas e cometia furtos na localidade onde morava. A policia informou também que a cabeça da vítima ainda não foi encontrada.

O padrasto de Jônata contou que o enteado frequentava rituais de ocultismo. A autoria e a motivação do crime estão sendo investigadas pela Polícia Civil. O corpo da vítima foi liberado na manhã dessa segunda-feira (13) do IML de Caruaru.

Confira mais detalhes na reportagem de Berg Santos:


Mais Lidas