Movimento

Marcelo Araújo

access_time

23:00

Frequência 2.0

Rafael Souza e Ravi Soares

access_time

01:00

Debate da Super Manhã

Geraldo Freire

Movimento

Marcelo Araújo

access_time

23:00

Frequência 2.0

Rafael Souza e Ravi Soares

access_time

01:00

Debate da Super Manhã

Geraldo Freire

search close
VIOLÊNCIA

Menina de 8 anos usa whatsapp para denunciar o pai por estupro

Caso aconteceu em Bom Conselho. A criança mandou áudios para a Polícia denunciando o pai por estupro e ameaça

A menina procurou a polícia para denunciar o pai por estupro e ameaça
A menina procurou a polícia para denunciar o pai por estupro e ameaça
Fotos Públicas/Imagem ilustrativa

Uma criança de apenas 8 anos entrou em contato com a Polícia pelo aplicativo Whatsapp, nessa terça-feira (1º/5), denunciando o pai por um estupro sofrido na noite da segunda-feira (30/4). Nos áudios, a menina alertava ao 9ª Batalhão de Polícia Militar de Bom Conselho, no Agreste do Estado, que o pai havia colocado a mãe para dormir em outro quarto e pedido para dormir a sós com a criança.

Após receber os áudios, os policiais foram até a casa da criança averiguar as informações. Em casa, a menina contou à Polícia que o pai havia colocado ela por cima dele e tocado as genitais dela. Quando a menina tentou pedir socorro à mãe, ele tampou sua boca e a ameaçou. Saiba mais na reportagem de Eduardo Peixoto:

Perguntada sobre a situação, a mãe da menina disse aos policiais que desde, que a menina completou 8 anos, o suspeito vinha tendo um comportamento estranho do marido, colocava a menina em seu colo e a acariciava de maneira estranha. De acordo com ela, não havia tido maiores suspeitas.

Prisão

O homem de 38 anos foi autuado em flagrante e encaminhado para a cadeia de Saloá, no Agreste do Estado. Ele vai passar por audiência de custódia nesta quinta-feira (2).

A menina vai passar por exames sexológicos e acompanhamento psicológico. 

Resposta

Em nota, a Polícia confirmou que prendeu o suspeito após a denúncia da criança e averiguação policial na casa da família. "Diante dos fatos, todos foram levados para a Delegacia de Polícia Civil, para que fossem adotadas as providências legais".


COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.